terça-feira, 24 de abril de 2012

TEXTOS PEDAGÓGICOS PARA REFLEXÃO

Uma Flor Rara



Havia uma jovem muito rica, que tinha tudo: um marido maravilhoso, filhos perfeitos, um emprego que lhe pagava muitíssimo bem, uma família unida.
O estranho é que ela não conseguia conciliar tudo isso, o trabalho e os afazeres lhe ocupavam todo o tempo e a sua vida estava deficitária em algumas áreas. Se o trabalho lhe consumia muito tempo, ela tirava dos filhos, se surgiam problemas, ela deixava de lado o marido... E assim, as pessoas que ela amava eram sempre deixadas para depois.
Até que um dia, seu pai, um homem muito sábio, lhe deu um presente: uma flor muito cara e raríssima, da qual havia um apenas exemplar em todo o mundo.
E disse a ela: - Filha, esta flor vai te ajudar muito mais do que você imagina! Você terá apenas que regá-la e podá-la de vez em quando, ás vezes conversar um pouquinho com ela, e ela te dará em troca esse perfume maravilhoso e essas lindas flores.
A jovem ficou muito emocionada, afinal a flor era de uma beleza sem igual.Mas o tempo foi passando, os problemas surgiam, o trabalho consumia todo o seu tempo, e a sua vida,que continuava confusa, não lhe permitia cuidar da flor. Ela chegava em casa, olhava a flor e as flores ainda estavam lá, não mostravam sinal de fraqueza ou morte, apenas estavam lá, lindas, perfumadas.Então ela passava direto.
Até que um dia, sem mais nem menos, a flor morreu.Ela chegou em casa e levou um susto! Estava completamente morta, suas raízes estavam ressecadas, suas flores caídas e suas folhas amarelas. A jovem chorou muito, e contou a seu pai o que havia acontecido.
Seu pai então respondeu: - Eu já imaginava que isso aconteceria, e eu não posso te dar outra flor,porque não existe outra igual a essa,ela era única, assim como seus filhos, seu marido e sua família. Todos são bênçãos que o Senhor te deu, mas você tem que aprender a regá-los, podá-los e dar atenção a eles, pois assim como a flor, os sentimentos também morrem. Você se acostumou a ver a flor sempre lá, sempre florida, sempre perfumada. E se esqueceu de cuidar dela.
Cuide das pessoas que você ama!
E você? Tem cuidado das bênçãos que Deus tem lhe dado? Lembre-se da flor, pois como elas são as bênçãos do Senhor: Ele nos dá, mas nós é que temos que cuidar delas.
“TU ÉS RESPONSÁVEL POR AQUILO QUE CATIVAS”


O QUE VOCÊS SÃO ESTRELAS OU RELÂMPAGOS
Vivo - e todos nós vivemos - em meio a estrelas e relâmpagos. Na realidade esta afirmação pode lhe parecer um tanto estranha, mas é pura realidade quando se convive com pessoas de talento estelar e pessoas que pensam ter esta condição.
Se todos pararmos um pouco para pensar, efetivamente dividimos nossa vida entre os dois: Estrelas e Relâmpagos.
Os primeiros podem ser comparados até como verdadeiros cometas. Com brilho e cauda. Gente que é gente sabe exatamente o que está fazendo neste planeta, como sua estrela pode brilhar em beneficio de terceiros e, principalmente, de si próprio. Verdadeiros Deuses de sabedoria.
Para ser uma estrela é necessário centramento e perfeita convicção de que somos um ímã. Funcionamos como tal, pois tudo o que projetamos recebemos de volta.
Não há como, portanto, ser estrela e ter o Ego alterado. Ego alterado é coisa de relâmpago.
Impossível ser estrela e não saber explorar a mente das pessoas que trabalham em nossa volta. Explorar a mente significa, evidentemente, dividir com elas uma boa decisão. Partilhar com elas os louros de tudo o que foi feito em beneficio mutuo; ter a sabedoria para se multiplicar idéias utilizando sempre a mente que está a nosso serviço.Devemos aceitar o não como advertência em vista de eventual futuro erro ou equívoco, e nunca como uma negativa à nossa idéia; jamais criar uma sobreposição de negativismo, mas considerar isso simplesmente como alerta.
Ser estrela exige, acima de tudo, gestos comprometidos com a humildade; bondade aflorando em todos os instantes, em cada pensamento e em cada relacionamento. Competência para se dizer não quando se deve dizer não e igualmente sabedoria para concordar, falando sim quando se deve dizer sim.Uma verdadeira estrela tem brilho próprio, mas se beneficia do brilho das outras para que todas possam desfrutar do conjunto e assim construírem uma verdadeira constelação.
Os segundos, os relâmpagos, que pensam que são estrelas, na realidade não passam de imbecis egocêntricos travestidos de falsa bondade.Buscam, não importando o preço ou os ombros dos colegas, os louros com exclusividade para alimentar seu próprio Ego. Esquecem que quando chegam incutem medo e jamais serão respeitados. Não conseguem conviver em equipe.
Os relâmpagos efetivamente brilham, mas nós procuramos nos afastar deles porque geralmente são prenúncios de tempestades. Metem medo, geram pavor e sempre são seguidos de estrondos e chuvas fortes.Invariavelmente, criam inundações e desabamentos de encostas. Sua energia é tão negativa que “inunda” as nossas mentes com pensamentos e atitudes poluídas.
As estrelas não, elas podem dividir sua beleza com a LUZ DA LUA, porém jamais deixamos de admirar cada uma em separado. Jamais uma estrela consegue tirar o brilho da outra. O conjunto é que cresce em beleza.
Os relâmpagos são exclusivistas e donos da verdade. “Infalíveis e Sábios”. Não escutam e, não importa o que custe e em quem pisem, vão atrás de seus objetivos usando métodos altamente questionáveis. Não admitem ser contrariados e sempre se posicionam como os únicos que brilham.
Portanto, Estrela não mete medo, o que mete medo é relâmpago. Cabe a cada um de nós a escolha de como pretendemos levar a nossa vida: Estrela ou Relâmpago?

http://gotinhasdesabedoria.blogspot.com/
REFLEXÕES PEDAGÓGICAS
OS ITENS QUE VÃO SER RELACIONADOS NESTE TEMA, FORAM UMA SUGESTÃO DE REFLEXÃO, A FIM DE QUE POSSAMOS MELHORAR A QUALIDADE DO NOSSO ENSINO. ESTES ITENS PODEM SER DISCUTIDOS EM REUNIÕES PEDAGÓGICAS REPENSADOS EM NOSSA PRÁTICA DIÁRIA.- Projeto Bimestral- tema SOLIDARIEDADE - Projeto “A paz é o fruto da justiça”-  PODERÁ O TEMA DO PROJETO SER OUTRO - sugestão de atividades, livros, músicas -

o tema foi realmente trabalhado? as atividades de aula foram integradas ao tema utilizando os conteúdos? 
a apostila com as sugestões foi lida?
aproveitaram alguma sugestão ou música da apostila?
foi feita alguma atividade diferente do que estava na apostila mas que estivesse de acordo com o tema?
o que precisa melhorar a título de sugestão referente ao projeto?
em que podemos melhorar?
de que necessitam para haver integração do conteúdo ao tema?
- Como está minha sala de aula? -
a sala tem um ambiente alegre, acolhedor, colorido?
foram feitos murais com atividades expostas dos alunos ou com atividades referentes ao tema? a sua sala de aula tem os componentes necessários ao desenvolvimento do aluno (calendário, alfabeto exposto, chamadinha grande com os nomes expostos, quadro do ajudante do dia, numerais com as referências quantitativas, quadro com os numerais e respectiva escrita destes?textos diversos trabalhados em blocão?cartazes com as dificuldades ortográficas oferecendo ao aluno recurso visual pra tirar sua dúvida na hora de escrever?cartaz de aniversariante do mês/dia?
- Em relação ao trabalho com leitura/literatura-
os alunos estão tendo acesso a diferentes livros de história?
pegam emprestado pra levar pra casa?
são utilizados em sala?
como está sendo este momento?
na minha sala tem o cantinho da leitura?
faço leituras para meu aluno como contador ou como leitor de histórias?
- Planejamento das atividades com antecedência - na próxima reunião rever o que foi feito e programar o planejamento bimestral e dividi-lo em etapas (mensal, semanal, diário).
- como está sendo feito meu planejamento?
estou seguindo as etapas acima relacionadas?
de que modo me preparo para dar as aulas utilizando a proposta de ação pedagógica?
ao planejar minha aula faço utilização da agendinha diária no quadro de forma que os alunos saibam o que irão fazer e que acompanhem o andamento da aula?
montei ou tentei montar uma grade horária para que possam ser incluídas : geometria- produção de texto- recreação – recuperação em sala – atividades de artes?
- Em relação as atividades planejadas –
utilizo mais atividades imprimidas ou mimeografas ou atividades em caderno?
oportunizo variedades de textos interpretativos?
proporciono trabalho com músicas integrando os conteúdos?
como eu estou trabalhando com meu aluno?
em que situações estou proporcionando atividades diferenciadas?
procuro dar mais atividades lúdicas reforçando e ao mesmo tempo completando o trabalho em sala (trabalho com jogos diversos feitos ou não com sucata, jogos didáticos da escola em grupo, recreação integrada ao conteúdo) estou aproveitando este material?
- Organização – o aluno é o espelho do professor-
de que forma que o meu aluno me vê?
procuro passar organização em minha mesa como referencial para o aluno?
deixo que meus alunos fiquem muito em pé?
vou à mesa do aluno ou este vem na minha mesa?
na entrada e na saída oriento o aluno como deve arrumar seu material na mesa e na mochila?
- Avaliação e Recuperação Paralela-
como está este mês?
melhorou? piorou?
o que acharam da planilha de avaliação? como está sendo utilizada?
o que acharam da ficha de recuperação? o que precisa melhorar?
- Textos para estudo do professor – o professor deve estar sempre lendo, buscando e aprendendo, principalmente sobre alunos de Educação Especial.
foi aproveitado alguma material oferecido pela orientação?
sobre que assunto gostariam mais de ter informações?
quais as colocações sobre o que leram?
- Em relação há Orientação Pedagógica-
está havendo trocas de informações?
as solicitações feitas pelos professores tem sido atendidas?
o material oferecido e as sugestões de atividades estão satisfazendo ou acham que poderiam ser oferecidas mais sugestões?
as sugestões deixadas no computador estão sendo utilizadas? vocês tem acesso a estas?
como está a relação orientação/professor a nível de troca?
o tempo que a orientação dispõe está sendo suficiente?
o que gostariam de sugerir?


Nenhum comentário:

Postar um comentário